Ministro das Comunicações defende diminuir ‘leilões arrecadatórios’

13/10/2015

André Figueiredo participou da posse de novo conselheiro da Anatel. Segundo ele, governo federal deve priorizar estímulo à competitividade.

O novo ministro das Comunicações, André Figueiredo, afirmou nesta terça-feira (13) que o governo federal precisa diminuir a “esfera de leilões arrecadatórios” no setor de telecomunicações e priorizar a aplicação dos recursos em iniciativas que estimulem a competitividade. Desta forma, segundo ele, será possível levar internet banda larga a áreas remotas do país.

“Não é que não haja arrecadação, é apenas a gente não receber recursos que não sejam utilizados em investimento de modo a ampliarmos o Programa de best buy for viagra Banda Larga, de ampliarmos a penetração da internet em locais mais distantes, onde não são tão rentáveis economicamente e que precisa de um investimento maior”, afirmou.

A declaração foi após a cerimônia de posse do ex-senador Aníbal Diniz como membro do cialis on sale medicines Conselho Diretor da Anatel, na sede da remedies cialis approved agência, em Brasília. Ao falar brevemente com jornalistas ao final da solenidade, o ministro também reconheceu que há, em relação aos leilões, uma “queda-de-braço” entre a equipe econômica e ministérios voltados para a área social.

O próximo leilão de faixas de frequência para oferta de serviços de telefonia móvel e internet banda larga está previsto para ocorrer em novembro. O certame irá oferecer “pedaços” das faixas de 1.8 GHz (giga-hertz), 1.9 GHz, 2.5 GHz e 3.5 GHz, que sobraram de leilões realizados nos últimos anos.

Expansão da banda larga

O ministro das Comunicações classificou ainda como “desafio” a tarefa de buy levitra on sale online wow)) aproximar “os brasileiros de regiões mais distantes do Brasil mais urbano”. Para alcançar a meta de levar internet banda larga a 70% dos brasileiros, Figueiredo defendeu o trabalho conjunto com a Anatel, responsável pela regulamentação do setor.

O ministro também disse que a palavra “desafio” foi a que ele mais ouviu desde que assumiu o cargo, há uma semana.

“Temos muitos [desafios]. E a presidenta, quando fez o convite para que a gente assumisse o ministério, ela deixou muito claro que um dos grandes desafios era ampliar o Programa Nacional de Banda Larga, de modo que a internet possa ser um instrumento adequado para todos os brasileiros, de todas as regiões, de todas as classes sociais”, completou.

Fonte: Débora Cruz - G1

Localização FEBRATEL

foto-localizacao-telebrasil


Avenida Pasteur, 383, parte - Urca 
CEP: 22290-240 Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2244-9494  Fax:(21) 2542-4092

Fique Informado!

Cadastre-se para receber nossas novidades.

Visite o nosso canal do Youtube

botao youtube2





Recomende aos amigos!