Desafios para a ampliação de infraestrutura e serviços de telecomunicações é tema de workshop

infraestrutura-de-telecomBrasília, 10/08/18 – “Desafios para a ampliação de infraestrutura e serviços de telecomunicações” é tema de workshop na Fiesp. O evento será no dia 22 de agosto, no prédio da Fiesp, em São Paulo, de 9h às 12h30. E contará com a participação de especialistas do setor e representantes do MCTIC, da Anatel, das prestadoras de telecomunicações e de autoridades do município de São Paulo.

Leia mais...

O empresário Edgar Serrano é o novo presidente da CONTIC

logo-contic-releaseEntidade reúne mais de 75 mil empresas, incluindo as operadoras de telecomunicações, com 2 milhões de trabalhadores
Brasília, 26/07/18 - Edgar Serrano é o novo presidente da CONTIC - Confederação Nacional da Tecnologia da Informação e Comunicação. Formada pela união da Federação Brasileira de Telecomunicações (Febratel), da Federação Nacional das Empresas de Informática (Fenainfo) e da Federação Nacional de Instalação e Manutenção de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações e de Informática (Feninfra), a Confederação reúne mais de 75 mil empresas e representa 8% do PIB brasileiro em produção de riqueza para a economia nacional.

Leia mais...

Usar recursos do Fust para subsidiar o diesel é desconectar brasileiros

release-009Brasília, 04/07/18 – Em comunicado publicado na edição de hoje dos jornais Correio Braziliense, Folha de S. Paulo e Valor Econômico, o setor de telecomunicações afirma que usar recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para subsidiar o diesel é optar pelo caminho do atraso, da desconexão dos brasileiros. A Febratel defende o uso dos recursos dos fundos setoriais para a inclusão social e para levar os serviços de telecomunicações a distritos e regiões remotas que hoje estão sem cobertura.
Leia a íntegra do comunicado:

Leia mais...

Prestadoras sugerem usar recurso do Fistel para custear bloqueadores em presídios

dreamstime xl 13474273Brasília, 03/04/18 – As prestadoras de serviços de telecomunicações apresentaram a parlamentares envolvidos na discussão do PLP 470/18, que trata da instalação de bloqueadores de sinais de celular em presídios, sugestão para a utilização de parte dos recursos do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) para o custeio da instalação desses aparelhos de bloqueio.
O Fundo já recolheu desde 2001, cerca de R$ 60 bilhões e menos de 10% desse total foram aplicados. Somente no ano passado foram recolhidos R$ 2 bilhões de reais para o Fistel.

Leia mais...

Visite o nosso canal do Youtube

botao youtube2





Recomende aos amigos!